Bem-vindos abençoados leitores!

Nosso objetivo é estudar e divulgar artigos para reflexão de todos aqueles que tem no sentido de tua existência: fazer o bem e seguir aquele que é a essência do verdadeiro amor e santidade: Jesus Cristo! Abraços em Cristo!








asjhasjhajs
asjhasjhajs
asjhasjhajs
asjhasjhajs

Renato Silveira, lança 2ª edição do livro sobre Maria! Saiba mais, clicando na imagem.

Renato Silveira, lança 2ª edição do livro sobre Maria!  Saiba mais, clicando na imagem.
Livro: Quem é Maria para nós?

sábado, 22 de janeiro de 2011

2º Dogma: Virgindade Perpétua



A virgindade perpétua ou virgindade plena de Maria, quer significar que a vida toda ela foi virgem. Alguns se questionam sobre as palavras "irmãos de Jesus" que há na bíblia. De fato está escrito! Porém, esses que são mencionados na bíblia eram seus primos, filhos de Alfeu (Cléofas) e da outra Maria (irmã da mãe de Jesus, aquela que também estava aos pés da cruz); isso nos fica bem claro na bíblia. Naquela época, eram chamados primos de irmãos também, por isso a confusão. Eles eram primos diretos de Jesus, assim, quando Maria vai até a casa de sua prima santa Isabel, é falada de fato a palavra PRIMA em algumas traduções mas, atualmente, essas traduções estão descartadas por conta desse erro textual, pois primos diretos, ou até mesmo parentes diretos, eram chamados irmãos. O detalhe mais importante, é sabermos que no escrito em grego, a língua original do Novo Testamento, Isabel não é chamada de prima, e sim de PARENTA de Maria (em grego "Syggenes"), portanto não sabemos e nem podemos afirmar que Isabel era mesmo ou não sua prima. Mesmo os primórdios do protestantismo alegam o fato da virgindade perpétua de Maria. Nas palavras de Martinho Lutero em 1537, podemos confirmar: “O filho de Deus fez-se homem de modo a ser concebido do Espírito Santo sem o concurso de varão e a nascer de Maria pura, santa e sempre virgem”. Há um apócrifo no qual se menciona que São José teve filhos de um casamento anterior de que ficou viúvo (seriam esses irmãos de Jesus mencionados na bíblia, irmãos de criação). Apesar de um apócrifo não ter muita credibilidade de fé, se formos considerá-lo de forma histórica, tudo leva à virgindade perpétua de Maria. Aquela que foi concebida sem o pecado original, jamais geraria filhos em pecado de origem (no caso por parte de seu marido São José, que não foi concebido sem pecado original), por isso se manteve na castidade e virgindade a vida toda. Em nenhum momento é falado explicitamente na bíblia dos irmãos de Jesus sendo mencionados como filhos de Maria; portanto, por que, aos pés da cruz, ele entregou sua mãe a João se realmente ela tivesse outros filhos? Por que os supostos irmãos de Jesus não estavam aos pés da cruz junto com sua mãe maria? Obviamente, Maria se sentira sozinha, e por isso Jesus a entregou a João, que representa todos nós, é como quem diria: “A SENHORA AGORA TERÁ OUTROS FILHOS POR ADOÇÃO”. A descendência da mulher de Genesis se faz em Maria-Jesus-João-todos nós.
Este dogma foi declarado no ano de 649 d.c. no Concílio Ecumênico de Latrão.


Deus abençoe a até a semana que vem com o dogma:
Imaculada Conceição

Renato Silveira
tato211219@gmail.com
Leia também:

1 comentários:

Vitor Ribeiro disse...

Sendo José um homem de idade e tendo morrido cedo, era natural, que Maria fosse de facto eternamente Virgem. Maria mulher de coragem, para suportar a viuvez que relegava as mulheres daquele tempo para o ostracismo, cria o seu filho, cumprindo no plenitude a missão dificil que Deus lhe tinha confiado. E dentro da casa de Maria habitava o espírito de Deus.

 
Cotidiano Espiritual. Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul Tested by Blogger Templates.