Bem-vindos abençoados leitores!

Nosso objetivo é estudar e divulgar artigos para reflexão de todos aqueles que tem no sentido de tua existência: fazer o bem e seguir aquele que é a essência do verdadeiro amor e santidade: Jesus Cristo! Abraços em Cristo!








asjhasjhajs
asjhasjhajs
asjhasjhajs
asjhasjhajs

Renato Silveira, lança 2ª edição do livro sobre Maria! Saiba mais, clicando na imagem.

Renato Silveira, lança 2ª edição do livro sobre Maria!  Saiba mais, clicando na imagem.
Livro: Quem é Maria para nós?

quarta-feira, 26 de março de 2014

A mãe de Maria também era imaculada?



Olá, povo eleito!
Aqui quem fala é o Renato e hoje estou aqui para esclarecer uma dúvida sobre a matéria do dogma da Imaculada Conceição de Maria, que algumas pessoas tem me perguntado. 

Depois que eu postei a vídeo – aula sobre esse dogma, uma dúvida principal surgiu com relação a um ponto que eu abordei e principalmente porque apresentei um versículo que de fato é curioso. Vamos tentar apresentar mais aprofundadamente aqui nesse post.

O versículo dito no vídeo (especificamente no minuto 7:16 da parte 1) é do Livro de Jó, no capítulo 14 versículo 4 que diz: “Quem fará sair o puro do impuro?Ninguém” . Em seguida, comentei que se Jesus Cristo é o ser mais puro do céu e da terra, Ele não poderia sair de alguém impuro, portanto Maria já estava pura para  receber Jesus. Mas a grande questão foi que, sendo Maria também Imaculada, sua mãe também não deveria ser? Já que o puro não sai do impuro? Sendo assim, toda a antecedência de Maria deveria ser imaculada já que nunca iria parar de sair puros de impuros.
Pois bem, a questão se resolve de forma simples, basta pensarmos que Jesus não era imaculado da mesma forma que Maria. Primeiramente temos que analisar que são dois tipos de concepções diferentes (ambas imaculadas, mas diferentes). Ele, Jesus, não precisou de uma ação direta de Deus como Maria, pois já veio de forma diferente, habitou no ventre de Maria sem necessidade de um homem fecundá-la, ou seja , sem dar a chance de existir o que chamamos de concupiscência¹, que é transmitido na relação sexual, causando o pecado original. Veio direto do céu para o ventre materno. 
Já no caso de Maria, veio de mãe e pai normalmente. Dois judeus que sequer tinham o batismo, que não existia. Portanto, Maria foi salva no tempo, no ato primeiro de sua concepção. É como se Deus apenas tivesse “segurado”  o pecado original dela para “vaciná-la”  mas claro, culminando essa salvação dela na cruz de Jesus. Como diz o catecismo, ela foi preservada imune, ou seja, ela foi imunizada, teve um escudo contra o pecado original.  Já Cristo, veio de uma concepção virginal, essa é a grande diferença. Ela foi preservada da mancha do pecado (de dois pais normalmente, pagãos e com o ato sexual) Ele, já nem existiu essa hipótese, pois não teve o ato sexual.
 Em méritos da cruz, Maria já foi salva de forma antecipada. Mas notemos bem, ela foi salva! Jesus não foi salvo, pois Ele é a salvação, Ele é a redenção.
Então Jesus precisou de alguém já imaculada para habitar, Alguém que não fosse pagã.  Maria não precisou nascer de uma mãe imaculada, porque foi o próprio Deus que veio a intervir a seu favor nessa causa e preparou-a assim já do ventre de sua mãe. Ou seja pelo próprio interesse de Deus, em méritos de Cristo.

Resumindo:
A imaculada conceição de Maria é com relação a relação sexual de seus pais que foi preservada da concupiscência e a de Jesus por nem ter tido um pai biológico.

Salve Maria! Aquela que já era cheia da graça de Deus antes mesmo de conceber Jesus (Lc 1, 28).

¹Impureza humana, transmitida desde Adão e Eva aos descendentes através do ato sexual. A concupiscência é a causadora do pecado original, que só é tirado com o batismo.


Adquira facilmente o livro “Quem é Maria para nós?” através do pagseguro 
dessa forma, sua compra é protegida e garantida! E você leva pra casa um livro que te fará ficar mais próximo de nossa santa mãe do céu!


Você poderá gostar também de:

Quem é Maria para nós?

Imaculada Conceição (vídeo)

3º Dogma: Imaculada Conceição

5 comentários:

Josenilson disse...

pode o puro nascer de um impuro? Ninguém! na verdade Maria nasceu do ventre de uma impura. você disse que Deus teve que intervi para ela nascer pura, mas respaldo bíblico e dizer que jesus nasceu puro de uma impura porque Deus interviu através do espirito santo. porque o que nela esta gerado e do espirito santo. Mateus 1.20

Cotidiano disse...

Olá, Josenilson.
Pois é, o diferencial é que Maria já era agraciada antes de ser batizada. é o que nos comprova que ela era cheia de graça para receber Jesus. e não há como ser cheio da graça sem antes receber o batismo. Mas no caso dela, o batismo nem sequer existia. Antes de ficar grávida já era cheia de graça. Deus a preparou para receber Jesus. O pecado original fez a habitação do demônio, portanto, seria ilógico ela estar em pecado tendo que receber Jesus.
Paz

Isaias Magalhaes disse...

Maria não precisou nascer de uma mãe imaculada, porque foi o próprio Deus que veio a intervir a seu favor nessa causa e preparou-a assim já do ventre de sua mãe.
ok,e onde encontro isso na Biblia,visto que não há sequer menção de que Deus tivesse feito isso?

Augusto Paiva disse...

É o que eu chamo de uma das excepcionalidades de Deus. Para tal alguns comparam ao que acontece nas imagens repetidas do telão dos programas de TV, até irem se diminuindo, o que alguns chamam de efeito cascata. Se Maria foi imaculada desde o seu nascimento, isso pressupõe que os seus pais, e avós e bisavós e assim por diante, sucessivamente, ou talvez melhor, precedidamente, teriam que ser imaculados também. Os pais da Virgem Maria também são santos. Na Carta aos Hebreus diz que está determinado que os homens morram uma só vez, e logo em seguida vem o juízo (Hb 9,27). Ora, vemos também que Lázaro e outros mais morreram duas vezes no corpo. É a excepcionalidade de Deus. Ninguém pode entender os seus desígnios. E como Deus é o Deus de maravilhas e do impossível, pela Igreja e pela multiforme sabedoria de Deus (Ef 3,16) eu creio na Imaculada Conceição.

Paz e Bem!

cotidiano disse...

É isso mesmo Augusto! E a questão do efeito "cascata" basta olharmos da seguinte forma: Jesus e Maria são Imaculados, MAS DE FORMA DIFERENTE. São duas "imacularidades" diferentes. Ele, veio do Espírito Santo, Sem pai biológico, mas poderia Ele nascer de uma mãe impura? Óbvio que não. Portanto, para Cristo ter uma mãe pura, ela teria que estar salva do pecado. Aí sim, Deus intervê na concepção de Maria, mesmo ela nascendo de uma mãe impura.
A grande prova, repito, é ela ser "Cheia de Graça" antes mesmo de receber o batismo cristão. Cristo é imaculado por sua concepção imaculada. Já Maria foi "salva" no momento de sua concepção.

 
Cotidiano Espiritual. Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul Tested by Blogger Templates.